Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Salvador Sobral, vencedor da Eurovisão em 2017

ANDRES PUTTING/Eurovision.tv

Recordar é viver. "A música não é fogo de artifício, é sentimento." O discurso de Salvador Sobral que a Eurovisão não esperava

Foi há quatro anos que Salvador Sobral trouxe para Portugal o primeiro (e, até agora, único) troféu do Festival da Eurovisão, graças a 'Amar Pelos Dois', canção escrita pela sua irmã, Luísa Sobral. Na hora de agradecer, o músico optou por um discurso 'reformista' que espantou meio mundo

Foi a 13 de maio de 2017 que Salvador Sobral conseguiu o que para muitos parecia impossível: ganhar o Festival da Eurovisão, competição na qual Portugal nunca andara perto dos primeiros lugares.

Na hora de receber o troféu, porém, a voz de 'Amar Pelos Dois' surpreendeu o público com um discurso no qual criticava a superficialidade de muita da música atual e apelava a uma maior profundidade na criação.

"Queria dizer que vivemos num mundo de música descartável e sem qualquer conteúdo. Acredito que esta possa ver uma vitória para a música, para as pessoas que fazem música com algum significado. A música não é fogo de artifício, a música é sentimento. Vamos tentar mudar isto e trazer a música de volta", disse Salvador Sobral então, despertando intensas discussões nos dias seguintes.

Veja aqui: