Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Lindsay Usich e Marilyn Manson

Getty Images

Mulher de Marilyn Manson terá tentado silenciar as mulheres que o acusam de abuso sexual

Ameaças e mensagens intimidatórias não demoveram as mulheres que acusam Marilyn Manson de crimes de abuso sexual e tortura

Marilyn Manson e a sua esposa atual, Lindsay Usich, foram acusados de tentar silenciar as vítimas de abusos sexuais por parte do músico.

A revista "Metal Hammer" esteve à conversa com Laura, a responsável pela conta de Instagram "MansonIsAbusive", que documenta todos os crimes de que Marilyn Manson foi acusado.

Laura, cujo apelido não foi divulgado, revelou que por diversas vezes ponderou eliminar essa mesma conta.

"Os fãs tentaram descredibilizar-me. Tentaram intimidar-me partilhando a minha morada, ou dizendo que iriam publicar fotografias minhas", contou.

"Mas houve ex-namoradas dele que me contataram e me disseram que a conta as ajudou. Isso tornou as coisas mais fáceis, e agora já não quero saber [das ameaças]".

Entre essas ex-namoradas está a atriz Evan Rachel Wood, que fez queixa na polícia contra Lindsay Usich, a qual acusa de ter tentado obter fotografias íntimas suas como forma de a silenciar. E outras três mulheres, que entraram em contato com Laura de forma a contar as suas histórias.

De acordo com a "Metal Hammer", alguns dos "fãs" que intimidaram Laura fizeram-no a partir de endereços de IP localizados em Hollywood Hills, casa do músico - o que leva a crer que essas mensagens tenham partido de uma só pessoa, no caso Lindsay.