Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Alive 2008

Rita Carmo

O festival NOS Alive “dificilmente” se realizará este ano, afirma Álvaro Covões

Álvaro Covões fala sobre as probabilidades de o NOS Alive se realizar este ano, e porquê. O festival continua marcado para julho, com Strokes ou Red Hot Chili Peppers no cartaz

O NOS Alive "dificilmente" acontecerá este ano, admite Álvaro Covões, diretor da Everything Is New, promotora do festival de Oeiras.

Para Álvaro Covões, a realização de grandes eventos "não depende só da evolução da pandemia em Portugal, mas da evolução em todo o mundo, nomeadamente nos Estados Unidos e na Europa", afirmou ao jornal "Público". Lembrando a interdependência dos concertos em vários países - os artistas habitualmente fazem digressões internacionais, dependendo a logística das tournées dessa ligação entre várias datas -, Álvaro Covões acredita que "tudo o que seja internacional será adiado".

Quanto à decisão sobre o NOS Alive, que está marcado para julho, no Passeio Marítimo de Algés, Álvaro Covões diz que será tomada "na altura certa".

A música em Portugal já voltou a realizar-se, em salas com limite de lotação. Em curso estão também vários eventos-teste.