Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Nick Cave e Anita Lane

Nick Cave: “Quando pensamos que nada mais nos pode magoar, morre a Anita Lane. Amá-la era tão fácil como assustador”

Nick Cave, que trabalhou com Anita Lane nos Birthday Party e Bad Seeds e foi seu namorado, escreveu um longo texto sobre a sua “melhor amiga”. “A mais inteligente e talentosa de todos nós. Como é que alguém tão luminoso podia carregar tanta escuridão?”. Anita Lane faleceu aos 61 anos

Nick Cave escreveu um longo texto sobre Anita Lane, sua antiga colaboradora musical e ex-namorada, falecida aos 61 anos.

"Quando pensamos que já conhecemos a mágoa, que já nos habituámos a ela - tornando-nos mais fortes, mais sábios e mais resilientes - e que nada mais nos pode magoar neste mundo, a Anita morre", lamenta o australiano, partilhando, a pedido dos fãs, algumas das suas recordações favoritas de Anita Lane, que recorda como alguém dotado de uma energia "desenfreada, instável e fatal que a acompanharia durante toda a vida."

"Toda a gente queria trabalhar com ela, mas isso era como tentar guardar um relâmpago numa garrafa. O Mick Harvey conseguiu levá-la para o estúdio, mas esses registos preciosos são apenas uma amostra do que ela era. A Anita era a mais inteligente e talentosa de todos nós, de longe."

"Era o cérebro por detrás dos Birthday Party e escreveu muitas das suas canções. Também escreveu ‘From Her to Eternity’, ‘The World’s a Girl’, 'Sugar in a Hurricane’ e a minha favorita dos Bad Seeds, ‘Stranger Than Kindness’. Como é que alguém tão luminoso podia carregar tanta escuridão?", pergunta-se Nick Cave.

"Bebia gin de um biberão. Desprezava o conceito de musa, mas era a musa de toda a gente. Falava com voz de criança e era a minha melhor amiga", resume ainda Nick Cave."Quando falei com ela ao telefone há dois meses, parecia estar a um milhão de quilómetros. Adorava os seus filhos acima de tudo - eram o seu orgulho e a sua alegria. Era tão fácil como assustador amá-la."

Pode ler aqui a despedida de Nick Cave.