Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Vladislav Ivanov (Lelush) no programa "Produce Camp"

Esteve 3 meses preso a um concurso de talentos onde não queria estar. O público, que tinha o poder de o expulsar, achou piada

Um homem russo esteve esteve 3 meses a pedir para o expulsarem de uma competição de 'boy bands' chinesa mas o público não quis saber. Vladislav Ivanov desesperou até à final

A história é inusitada, mas aconteceu mesmo. Vladislav Ivanov, modelo russo de 27 anos viu-se "preso", durante três meses, a um concurso televisivo de boy bands na China, apesar de pedir insistentemente ao público para o expulsar da competição. Só saiu da edição de 2021 de "Produce Camp" na final.

Inicialmente, Ivanov estava a trabalhar no programa como tradutor, mas os produtores gostaram do seu aspeto físico e inscreveram-no como concorrente depois de lhe perguntarem se gostava de "experimentar uma nova vida". O russo terá concordado, mas rapidamente se arrependeu.

A decisão de sair voluntariamente implicaria o pagamento de uma multa por incumprimento de contrato, portanto resolveu atuar mal para convencer a audiência a expulsá-lo. Tal não aconteceu, portanto ficou três meses a pedir diretamente ao público para o retirarem do programa. O problema é que o público achou piada e manteve-o até à final.

O objetivo de "Produce Camp" é encontrar 11 finalistas, que formarão uma boy band internacional, entre uma série de concorrentes que permanecem isolados, durante a produção do programa, e sem acesso aos telemóveis. "Por favor, não me levem até à final. Estou cansado", terá dito Ivanov, que adotou o nome artístico Lelush, num dos episódios.