Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

António Zambujo

Rita Carmo

António Zambujo: “Eu, que sou heterossexual assumido, não gostava de ver uma sociedade feita por mulheres todas iguais”

“Esta coisa de teres de te parecer com aquela atriz que aparece nas revistas, cheia de filtros, [com] aqueles parâmetros. Parece que estamos a caminhar nesse sentido”. Assumidamente apaixonado pelo sexo feminino, António Zambujo critica o que designa de “escravidão da imagem”. Para ouvir no podcast Posto Emissor

Convidado do mais recente Posto Emissor, podcast semanal da BLITZ, António Zambujo falou sobre o seu novo álbum, "António Zambujo Voz e Violão", que inclui uma canção de título 'Sinais'. Neste tema, o músico de Beja veste a pele de uma mulher com celulite e outras marcas do tempo - cantar no feminino é coisa que faz com alguma frequência (no anterior "Do Avesso", fazia-o em 'Se Já Não Me Queres', de Luísa Sobral) e que vai continuar a fazer, nomeadamente num disco especial que está a preparar com João Monge.

'Sinais' aborda, explica o cantor, a "escravidão da imagem. Esta coisa de teres de te parecer com aquela atriz que aparece nas revistas, cheia de filtros, [com] aqueles parâmetros. Eu, que sou um heterossexual assumido e um apaixonado pelo sexo feminino, não gostava nada de ver uma sociedade feita por mulheres todas iguais."

Ouça a resposta de António Zambujo pelos 22m 45s.