Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Jim Caviezel, que foi Jesus em “A Paixão de Cristo”, aparece em conferência de extrema-direita a defender teorias falsas

Jim Caviezel defende teoria mirabolante que envolve o sangue de crianças

O ator Jim Caviezel, que interpretou Jesus Cristo no filme "A Paixão de Cristo", marcou presença numa conferência de extrema-direita onde defendeu uma das teorias mais mirabolantes do movimento QAnon.

De acordo com esta teoria, os ricos estão a torturar crianças de forma a "colher" a sua adrenalina, o que os ajudará a rejuvenescer.

"Temos adrenalina nos nossos corpos. E, quando nos assustamos, produzimo-la. Se uma criança sabe que vai morrer, o seu corpo segregará adrenalina", afirma o ator num vídeo entretanto divulgado.

"É a coisa mais horrorosa que já vi. Só os gritos - que nunca ouvi - são de loucos. Não haverá piedade para esta gente".

Veja o vídeo: