Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Gisela João

Gisela João: “Não interessa se és amarelo, às pintinhas, português ou chinês. O holocausto foi há dois dias e parece que ninguém se lembra”

“Não estamos longe do que vejo acontecer no Brasil, Estados Unidos, França, Áustria ou Itália. Tem sido muito assustador e, ao mesmo tempo, é uma tristeza muito profunda. Eu vivo [muito] o 25 de Abril”. Gisela João preocupada com uma cultura de medo que a pandemia parece ter acentuado. Para ouvir no Posto Emissor

Gisela João, convidada da semana do podcast Posto Emissor, teme que a situação em Portugal não esteja "muito longe de muita coisa que vejo acontecer no Brasil, Estados Unidos, França, Áustria ou Itália. Tem sido muito assustador e, ao mesmo tempo, é uma tristeza muito profunda. Eu vivo [muito] o 25 de Abril".

"Não interessa se és amarelo, cor de rosa, às pintinhas, verde e branco, se és alto, baixinho, gordo, magro, quadrado, redondo, se falas português, inglês ou chinês", acrescenta, "nós somos pessoas, somos todos iguais e a pandemia está aqui a provar isso. O holocausto foi há dois dias e parece que ninguém se lembra".

Ouça a partir dos 50m 34s.

Assinar o Posto Emissor no iTunes.