Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Justin Timberlake e Janet Jackson no intervalo da Super Bowl, em 2004

J. Shearer/Getty Images

A culpa do escândalo de Janet Jackson na Super Bowl é de Justin Timberlake. 17 anos depois, a revelação

O consultor de moda que escolheu a indumentária que Janet Jackson levou à Super Bowl, em 2004, diz que a culpa do famoso "wardrobe malfunction" foi de Justin Timberlake

17 anos depois do escândalo em que Janet Jackson se viu envolvida depois de atuar no intervalo da Super Bowl, o consultor de moda que escolheu a sua indumentária veio a público dizer que foi Justin Timberlake, que com ela atuou, quem insistiu que no final da atuação a cantora ficasse com um seio exposto.

Em declarações ao site Page Six, Wayne Scot Lukas revela que Timberlake queria criar falatório depois de a sua ex-namorada, Britney Spears, ter deixado o mundo chocado ao beijar Madonna na boca durante a atuação nos MTV Video Music Awards, poucos meses antes.

"Ele insistiu em fazer algo maior do que a atuação delas. Queria uma revelação", diz o consultor de moda, explicando que a ideia inicial era diferente: "a Janet ia estar num vestido Rocha e ele ia pisar a cauda do vestido, o que a deixaria com o rabo à mostra, usando uma tanga de pérolas".

Foi o próprio Timberlake que, depois, deu a entender que tinha sido um acidente, apelidando o acontecimento de "wardrobe malfunction". "Não lhe chamaria isso nunca na vida", diz agora Lukas, "a indumentária funcionou muito bem. Enquanto consultor de moda, digo que a indumentária fez aquilo que era suposto ter feito".

Recorde-se que Timberlake endereçou recentemente um pedido de desculpas público a Janet Jackson, mas o seu manager veio depois dizer que a cantora já o desculpou, "em privado", há muito tempo.