Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

José Cid

Rita Carmo

José Cid: “José Afonso deveria ter sido Nobel. Quem quiser que me critique: a poesia do Zeca é incomparavelmente mais bonita que a do Dylan”

“A poesia do Zeca é sublime, a nível do melhor que se fez no mundo. Além disso, Bob Dylan nunca enfrentou um regime ditatorial como aquele que o Zeca enfrentou”. Os elogios de José Cid a José Afonso, “um grande poeta, um objetor de consciência”. Para ouvir no podcast Posto Emissor

José Cid é o convidado desta semana do Posto Emissor.

Poucos dias após a edição de 'Hope and Joy', uma canção em inglês sobre a pandemia, o veterano da música portuguesa faz no podcast da BLITZ um 'retrato panorâmico' de um percurso artístico de seis décadas.

Lembrando vultos da música portuguesa, José Cid presta sentida homenagem a José Afonso, que define como "um grande poeta e um objetor de consciência": "José Afonso deveria ter sido Prémio Nobel da Literatura. Quem quiser que me critique: a voz do Zeca é incomparavelmente mais bonita do que a do Bob Dylan, a poesia também. O que não quer dizer que Bob Dylan seja mau, mas o Zeca é melhor. A poesia [dele] é sublime, a nível do melhor que se fez no mundo. Além disso, Bob Dylan nunca enfrentou um regime ditatorial como aquele que o Zeca enfrentou".

Para ouvir a partir dos 58 minutos e 17 segundos: