Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Facebook de Capicua, Selma Uamusse e Carlão (esq-dir)

Músicos portugueses vestem a camisola contra o racismo e o discurso de ódio

Selma Uamusse, Gisela João e Carlão, entre outros, vestiram as t-shirts de uma campanha contra o racismo e o discurso de ódio intitulada “Dar a Volta ao Texto”, que mostra mensagens como “Toda a gente sabe que o lugar da mulher é - onde ela quiser” ou “Vai mas é para a tua terra - aqui não há lugar para o racismo”

Vários músicos portugueses associaram-se a uma nova campanha contra o racismo e o discurso de ódio, partilhando fotos suas com t-shirts dessa mesma iniciativa.

Nas mesmas, é possível ler frases habitualmente conotadas com o preconceito, completadas em sentido contrário (exemplo: "Toda a gente sabe que o lugar da mulher é - onde ela quiser" ou "Vai mas é para a tua terra - aqui não há lugar para o racismo").

Veja aqui o exemplo de algumas dessas t-shirts, envergadas por Selma Uamusse, Carlão, Gisela João, Surma ou Capicua.

Pode ver mais exemplos de t-shirts da campanha Dar a Volta ao Texto, uma ação da EAPN/Rede Europeia Anti-Pobreza, aqui.