Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Tatanka e NEEV

Rita Carmo/DR

Eurovisão. “Porquê, Portugal? Se queriam mandar uma canção em inglês, escolhessem a do NEEV”. A reação de um painel internacional de fãs

Um painel composto por aficionados da Eurovisão de vários países teria preferido que fosse 'Dancing in the Stars', de NEEV, a representar Portugal na Eurovisão. Para os comentadores, 'Love Is on My Side', dos Black Mamba, não foi a melhor escolha

Submetida à apreciação de vários fãs da Eurovisão, oriundos de cinco países diferentes, a canção que representará Portugal em Roterdão não recolhe muitos favores.

Para os comentadores do site Eurovisionary, de nacionalidade dinamarquesa, irlandesa, sueca, colombiana e australiana, a canção 'Love Is on My Side', dos Black Mamba, é "demasiado simples", com uma letra repetitiva. "Dá-me vontade de dormir", confessa um dos participantes.

Comparando 'Love Is on My Side' às participações na Eurovisão da Áustria, em 2015, e da Letónia, em 2019, os aficionados consideram que, a escolher uma canção inteiramente cantada em inglês, Portugal deveria ter eleito 'Dancing in the Stars', de NEEV.

"Porquê, Portugal, porquê?", comenta o fã da Colômbia. "Fiquei horrorizado quando ouvi esta canção. Este ano, Portugal desistiu daquilo que os distinguia: mandar sempre uma canção em português. Ao menos podiam mandar uma canção melhor, como a de Espanha em 2016, que sempre punha as pessoas a dançar."

Para este painel de comentadores, talvez 'Love Is on My Side' soasse "mais autêntica" se fosse cantada em português. Em todo o caso, acreditam estes fãs, Portugal tem poucas hipóteses de se qualificar para a final da Eurovisão deste ano.

Pode ver aqui o vídeo, em cujos comentários vários fãs portugueses se insurgem contra a apreciação da canção dos Black Mamba.