Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Recordar é viver. Quando Lady Gaga 'partiu a loiça toda' numa entrevista. Sem perder a pose

Há 12 anos, Lady Gaga desarmava um entrevistador que lhe perguntou se a sua música não teria demasiadas “distrações”. “Se eu fosse um homem, aqui sentada com um cigarro na mão, dizias que eu era uma estrela rock...”, respondeu a artista. E o raspanete não ficou por aqui

Em 2009, Lady Gaga tinha apenas 23 anos, mas já não se deixava intimidar por perguntas menos confortáveis.

Em resposta a um entrevistador que a questiona sobre as referências sexuais da sua música e sobre se as mesmas não funcionariam como uma "distração", a norte-americana responde de forma objetiva: "Eu não estou preocupada, já cheguei três vezes ao número 1 do top e vendi quase quatro milhões de discos em todo o mundo."

Quando o jornalista lhe pergunta porque é que a comunidade gay é uma inspiração para si, Lady Gaga 'abre o livro': "Porque não me fazem perguntas dessas. Porque adoram mulheres fortes e sexuais, que dizem o que pensam. Se eu fosse um homem e estivesse aqui de cigarro na mão, a dizer que faço música porque adoro carros rápidos e papar miúdas, dizias que eu era uma estrela rock. Mas como sou mulher e faço música pop, julgas-me e dizes que isso são 'distrações'. Eu sou só uma estrela rock."