Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

“O Brasil precisa de um adulto no comando”, diz Serj Tankian, vocalista dos System of a Down

“Não temos tempo para ditadores”, afirma Serj Tankian, vocalista dos System of a Down, em entrevista à revista brasileira “Veja

O vocalista dos System of a Down, Serj Tankian comenta a atuação do Presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia de covid-19 em entrevista à revista brasileira Veja.

"Trump [ex-Presidente dos Estados Unidos] fez um trabalho horroroso na resposta à covid-19, e Bolsonaro também. Passei parte de 2020 na Nova Zelândia, e acho que eles fizeram um trabalho incrível. Foram bastante transparantes e responsáveis. Não se deixaram guiar por informações falsas", elogia o músico. "Claro que é uma ilha, um país pequeno, sem fronteiras terrestres. Penso que o Brasil precisa de um adulto no comando, e não de uma pessoa que desafia a ciência", considera Serj Tankian, que revela já ter sido vacinado contra a covid-19.

Quanto à ascensão de Jair Bolsonaro, no Brasil, ou Viktor Orban, na Hungria, o arménio-americano afirma: "A ascensão da extrema-direita em países como o Brasil, a Hungria ou os Estados Unidos foi uma reação ao sistema. Mas é uma solução errada, que está a criar mais problemas à sociedade. Não temos tempo para ditadores. A nova geração não vai viver com isso muito tempo."

Na mesma entrevista, Serj Tankian desvaloriza o facto de o baterista dos System of a Down, John Dolmayan, ser apoiante de Donald Trump, tendo por isso ideias bem distintas das suas. "Somos colegas de banda e também cunhados. Os nossos filhos são muito amigos. Digo sempre às pessoas que não é raro ter um cunhado com um pensamento político diferente, não é? Nós adoramo-nos, apesar das nossas diferenças."