Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Noel Gallagher arrepende-se de não ter tocado no concerto que ditou o fim dos Oasis. “Teria sido a loucura”

Um grave confronto nos camarins de um concerto em Paris pôs fim aos Oasis e à relação entre os irmãos Gallagher. Noel diz agora que nessa noite de agosto de 2009 gostaria de ter levado o conflito para cima do palco

Noel Gallagher afirmou ao jornal Daily Star que gostaria de ter tocado no concerto em Paris, em 2009, que os Oasis cancelaram devido a uma altercação nos bastidores entre o guitarrista e o seu irmão, Liam.

Esse confronto acabou por ditar o fim prematuro da banda, bem como o da relação entre Noel e Liam Gallagher. 12 anos depois, o guitarrista mostra-se mais calmo.

"Estávamos bêbados e a lutar. Até que eu disse: 'que se lixe, vou para casa'", relatou. "Não sei se não teria sido melhor ficar e dar esse concerto. Teria sido a loucura. Teríamos levado o confronto para o palco".

Essa, para Noel, teria sido "a melhor forma de acabar" com a banda - algo que na sua opinião "tinha que acontecer".

"Nunca me fartei dos Oasis. Fartei-me dele", continuou Noel, referindo-se ao irmão. "Discutimos por causa da marca de roupa dele. A partir daí foi o descalabro".

Os comentários de Noel Gallagher surgem numa altura em que se continua a especular em torno de uma possível reunião dos Oasis. Em fevereiro, os dois irmãos registaram, em conjunto, o nome de uma nova produtora de filmes.