Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Conchita Wurst, vencedora do Festival da Eurovisão em 2014

Photonews/Getty News

A Eurovisão vai incluir os pronomes pelos quais os artistas querem ser tratados. Por um festival mais inclusivo

Evitar as falsas suposições e “respeitar os artistas como pessoas” são os objetivos da medida, já posta em prática. Pedro Tatanka, autor da canção que representará Portugal, surge identificado no site do festival da Eurovisão com o pronome “ele”

Os participantes na edição deste ano do Festival da Eurovisão terão, nos seus perfis no site oficial, os pronomes pessoais pelos quais desejam ser tratados.

O objetivo de acrescentar esta informação é tornar o evento mais inclusivo, evitando que determinado artista seja identificado como pertencendo a um género que não seja o seu.

"Usar os pronomes certos é também uma forma de respeitarmos os artistas como pessoas, evitando as falsas suposições", pode ler-se no site Escxtra, dedicado à Eurovisão.

No site oficial da Eurovisão, Pedro Tatanka, autor da canção que representará Portugal, surge identificado com o pronome "ele".