Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Lordi

Thomas Hanses/Eurovisão

15 anos depois, os Lordi vão voltar a levar heavy metal à Eurovisão

Depois da vitória em 2006, com o então controverso 'Hard Rock Hallelujah', a banda finlandesa de heavy metal Lordi vai voltar a atuar no palco da Eurovisão. E não vai estar sozinha

Os finlandeses Lordi vão voltar a levar o heavy metal ao palco da Eurovisão. O coletivo, que venceu a edição de 2006 com 'Hard Rock Hallelujah', foi hoje confirmado pela organização como um dos seis antigos vencedores que atuarão no intervalo da grande final da edição de 2021, que se realiza a 22 de maio em Roterdão.

Além dos Lordi, atuam também Lenny Kuhr, que venceu em 1969 com 'De Troubadour'; Teach-In com Getty Kaspers, que venceram em 1975 com 'Ding-a-dong'; Sandra Kim, vencedora em 1986 com 'J'aime La Vie'; Helena Paparizou, vencedora em 2005 com 'My Number One'; e Måns Zelmerlöw, que ganhou a edição de 2015 com 'Heroes'.

As seis atuações vão decorrer em palcos montados nos telhados de três edifícios diferentes de Roterdão, o do clube Maassilo, o do Hotel New York e o do museu Boijmans Van Beuningen. "Como é a 65ª edição da Eurovisão, vamos fazer uma viagem no tempo", explica Gerben Bakker, responsável pela organização do evento, revelando que os seis artistas aceitaram prontamente o convite de voltarem à Eurovisão.