Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Justin Bieber e Justice

Justice avisam Justin Bieber: se não mudar o logótipo do novo álbum vai haver guerra

Os Justice enviaram uma carta a Justin Bieber, que edita esta sexta-feira um álbum chamado “Justice” e que conta com uma capa que os franceses julgam muito próxima do seu próprio logótipo. Até porque, de acordo com os Justice, o que aconteceu não foi mera coincidência

O duo de música eletrónica francês Justice enviou, através do seu advogado, uma carta a Justin Bieber avisando-o que se não alterar o logótipo do novo álbum, intitulado "Justice", a ser editado esta sexta-feira, o caso avança para tribunal.

As semelhanças entre o logótipo usado por Bieber, não só na capa do disco mas também mo merchandising, tem grandes semelhanças com o dos Justice, particularmente a utilização de um T em formato de crucifixo.

Na noticia avançada pela Rolling Stone, lê-se que o duo argumenta que o logótipo é uma marca registada em França e na União Europeia. "A vossa utilização da marca é ilegal. Não receberam permissão dos Justice para usá-la", lê-se na carta enviada pelo advogado dos Justice à equipa de Bieber.

"Além disso, o trabalho de Bieber não é, de forma alguma, afiliado, apoiado ou patrocinado pelos Justice. Tal utilização da marca não só é ilegal como provavelmente confundirá os consumidores", acrescentam ainda.

A hipótese de ser uma coincidência é colocada de lado pela equipa do duo francês, visto que chegou a ser contactada por um elemento do management de Bieber no sentido de conseguir o contacto do designer que fez o logótipo dos Justice. "Disse-nos que era para um projeto do Justin Bieber, mas não nos deu quaisquer detalhes nem disse que seria para um álbum chamado 'Justice'".

"Isto mostra má fé e infração intencional", lê-se ainda na carta, "devido à vossa apropriação ilegal da marca, ficarão agora sujeitos a ação legal imediata e compensação por danos". A equipa de Bieber não comentou a carta, apesar de contactada pela Rolling Stone, mas o management dos Justice diz que os advogados do artista canadiano reagiram dizendo que não há qualquer infração.