Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

João Peste

Rita Carmo

João Peste (Pop Dell' Arte): “A música pimba é a expressão máxima do subdesenvolvimento cultural português, da homofobia e do racismo”

Numa longa mensagem nas redes sociais, João Peste, líder dos Pop Dell'Arte, manifesta-se contra “o lixo de discurso que os media portugueses promovem no seu 'prime time' televisivo”, tendo um comentador de 'reality show' televisivo como alvo. “No programa de TV em que ele costuma dizer todos os disparates que lhe ocorrem, consideram a Ana Malhoa ao mesmo nível e melhor ainda que a Amy Winehouse”

João Peste, vocalista dos portugueses Pop Dell'Arte, escreveu no Facebook um post sobre a música pimba e a forma como, considera o artista, a mesma não é representativa da música portuguesa.

A propósito de declarações do psicólogo Quintino Aires, comentador do 'reality show' "Big Brother" na TVI, João Peste afirma: "Este senhor ignorante e os que o acompanham, no programa de TV em que ele costuma dizer todos os disparates que lhe ocorrem, consideram a Ana Malhoa ao mesmo nível e melhor ainda que a Amy Winehouse, a Madonna ou a Tina Turner (já que de nomes como a Kate Bush, a PJ Harvey, a Patti Smith, a Laurie Anderson, a Marisa Monte ou a Nina Simone nem sequer fala, pois nem ele nem as pessoas que fazem o Big Brother português os devem conhecer)."

"Acha que a Ana Malhoa é uma das mulheres que melhor representa Portugal, pela sua força e pujança, e acha que a música pimba que ela faz - a expressão máxima, na minha opinião, do subdesenvolvimento cultural português e dos seus parentes próximos, a ignorância, a homofobia e o machismo - só porque é portuguesa é boa e deve ser defendida. De facto, fala em defender a música portuguesa, mas refere-se única e exclusivamente à 'música pimba', já que tudo o resto, do Zeca Afonso e José Mário Branco aos Mão Morta e aos Três Tristes Tigres, passando pela Banda do Casaco ou os Diabo na Cruz, é olimpicamente ignorado pelo canal de TV onde trabalha", critica o músico português. "É este lixo de discurso que os media portugueses promovem no seu 'prime time' televisivo."

João Peste foi convidado do Posto Emissor, podcast semanal da BLITZ, no passado mês de outubro. Pode ouvir aqui esse episódio: