Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Há um género de música que tira o vocalista dos Strokes do sério

Perguntaram a Julian Casablancas se o rock estava morto. A resposta foi: “As pessoas que dizem que algo está morto... talvez seja a imaginação delas que morreu”. Porém, existe um género musical pelo qual a voz de 'Last Nite' não morre de amores...

Julian Casablancas aproveitou a vitória dos Strokes na cerimónia deste ano dos Prémios Grammy, para salientar o seu desprezo pelo blues rock.

Em declarações aos jornalistas, o vocalista da banda nova-iorquina foi questionado sobre o estado atual do rock, respondendo com ironia. "Estou sempre a troçar do rock n' roll, por isso é divertido termos ganho", disse.

"As pessoas que dizem que algo está morto... talvez seja a imaginação delas que morreu. Há espaço para muitos géneros musicais - não necessariamente o blues rock. Mais disso não, por favor".

Na cerimónia de domingo, a banda de Nova Iorque aceitou o prémio de Melhor Álbum Rock, atribuído ao mais recente "The New Abnormal" (2020), por videochamada. Foi o primeiro Grammy da carreira do grupo. "Ganhámos o raio do Grammy!", congratularam-se Julian Casablancas, Fab Moretti e Nikolai Fraiture.