Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Dino D'Santiago

Rita Carmo

Dino D'Santiago: “As mulheres afro-portuguesas continuam a ser agredidas pela imbecilidade de criminosos que se dizem portugueses”

“Os mesmos imbecis que celebram as vitórias consecutivas no desporto e dançam a música desta matriz afro-portuguesa, no dia seguinte atiram a primeira pedra aos cidadãos negros”. Dino D'Santiago reage à escolha de Beatriz Gomes Dias como candidata do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa

Dino D'Santiago reagiu à escolha de Beatriz Gomes Dias como candidata do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa nas próximas eleições legislativas com um texto sobre o racismo que persiste em Portugal.

"Continuamos a acreditar que um cidadão é mais ou menos português consoante a sua tez?", questiona o músico, "diariamente, as mulheres afro-portuguesas continuam a ser agredidas de forma física ou verbal pela imbecilidade de criminosos que se dizem portugueses. Os mesmos imbecis que celebram as vitórias consecutivas no desporto, no cinema, dançam e cantam a música desta matriz afro-portuguesa e no dia seguinte atiram a primeira pedra aos cidadãos negros que batalham diariamente para conquistar o lugar de fala".

Terminando o texto com um agradecimento a Beatriz Gomes Dias, mas também à deputada Joacine Katar Moreira e à Ministra da Justiça Francisca Van Dunem, D'Santiago diz ainda: "os nossos pais ensinaram-nos o silêncio por medo, mas nós conseguimos escutar o grito de revolta que eles silenciavam. Dizem que Portugal não quer a mudança, mas nós somos a prova viva de que isso é a maior mentira que nos contaram, pois somos o instrumento dessa mudança".