Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Vasil Garvanliev

DR

Concorrente à Eurovisão obrigado a retirar videoclip, acusado de querer passar mensagem subliminar

O vídeo oficial da canção 'Here I Stand', representante da Macedónia do Norte no festival da Eurovisão, foi alvo de enorme polémica no seu próprio país, tendo sido removido de todas as plataformas, incluindo o YouTube, pela estação televisiva estatal. Em causa, uma alegada “mensagem subliminar” que enfureceu pelo menos 16 mil macedónios

Selecionado pela estação de televisão estatal MRT para representar a Macedónia do Norte no Festival da Eurovisão, o cantor Vasil Garvanliev, intérprete de 'Here I Stand', viu-se esta semana no meio de uma enorme polémica que levou a televisão do seu país a retirar o videoclip da canção de todas as plataformas.

Em causa está uma obra de arte exibida no vídeo, interpretada como referência à bandeira da Bulgária, país com o qual a Macedónia do Norte mantém, historicamente, um vincado antagonismo devido a disputas territoriais. Sabe-se que Vasil Garvanliev tem passaporte búlgaro, a 'gota de água' para que rapidamente uma petição assinada por 16 mil pessoas tenha pedido que o intérprete fosse afastado e a Macedónia do Norte submetesse outra candidatura.

A MRT optou por manter a canção, mas o videoclip foi alterado. Garvanliev utilizou as redes sociais para reagir à controvérsia, referindo ter recebido mensagens de teor xenófobo, mas também homofóbico. "Infelizmente, no passado fim de semana as coisas [complicaram-se] na minha bela Macedónia e tivemos de remover o vídeo e enviar outro, devido a uma interpretação errada de um tríptico na parede”

"Sou um embaixador da música, e na música não há religião, política, orientação sexual, raça ou cor. Este projeto não me representa apenas mim, também o meu país e a minha cultura. Não me desculpo por ser eu, mas lamento se magoei alguém", escreveu no Instagram

Veja o vídeo e ouça a canção: