Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Beyoncé nos Grammys 2021

Kevin Winter/Getty

Como Beyoncé se tornou a rainha dos Grammys

Recusou-se a atuar nos Grammys, mas compareceu na cerimónia para receber os troféus que fazem dela a mulher mais premiada de sempre

Na noite de ontem, Beyoncé tornou-se a mulher com mais Grammys na história daqueles prémios.

Neste momento, a artista apresentando 28 Grammys no seu palmarés, o que lhe permitiu ultrapassar Alison Krauss, que detinha o recorde, com 27 troféus. Segue-se a já desaparecida Aretha Franklin, com 18.

Empatado com Beyoncé, com 28 Grammys, está Quincy Jones, que ontem celebrou 88 anos. Em primeiro lugar, com 31 estatuetas, encontra-se o malogrado maestro húngaro-britânico Georg Solti.

Nomeada para 9 Grammys este ano, Beyoncé venceu nas categorias de Melhor Performance R&B ('Black Parade'), Melhor Performance e Melhor Canção Rap (ambas por 'Savage', com Megan Thee Stallion) e Melhor Vídeo ('Brown Skin Girl', que também valeu à sua filha, Blue Ivy, um Grammy).