Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Billie Eilish nos Grammys 2021

Kevin Mazur/Getty Images

Billie Eilish faz história nos Grammys mas diz que não merecia ganhar

Aos 19 anos, Billie Eilish tornou-se a terceira artista da história dos Grammys a receber o prémio de Gravação do Ano em anos consecutivos. A artista recebeu o prémio das mãos de Ringo Starr mas considera que não merecia ganhar

Depois de arrasar na edição do ano passado dos Grammys, vencendo os quatro maiores prémios do evento, em 2021 Billie Eilish voltou a brilhar, ganhando o troféu de Gravação do Ano. Este foi o segundo ano consecutivo em que a artista adolescente arrebatou este prémio.

Contudo, a norte-americana considera que não mereceu a distinção, que lhe foi entregue pela canção 'Everything I Wanted'.

No seu discurso de vitória, Billie Eilish afirmou que o Grammy deveria ter ido para Megan Thee Stallion, outra das nomeadas.

"Megan, miúda, eu ia escrever um discurso a [defender] que tu é que merecias ganhar isto, mas depois pensei: 'eles nunca me vão a escolher a mim.'" Contudo, foi precisamente isso que aconteceu, o que faz de Billie Eilish a terceira artista a alguma vez ter ganho o Grammy de Gravação do Ano em anos consecutivos, depois de Roberta Flack e dos U2.

"Tiveste um ano imbatível. És uma rainha, mereces tudo no mundo", elogiou ainda Billie Eilish, dirigindo-se a Megan Thee Stallion, que estava na plateia.

Outra curiosidade sobre o palmarés de Billie Eilish nos Grammys: ontem, foi premiada pela canção 'No Time To Die', escrita para o filme do mesmo nome da saga James Bond que, devido à pandemia de covid-19, ainda não estreou. 'No Time To Die' ganhou o Grammy de Melhor Canção para Filme.

Veja aqui o discurso de agradecimento de Billie Eilish.

Quanto a Megan Thee Stallion, pode não ter ganho o cobiçado Grammy de Gravação do Ano, mas venceu nas categorias de Artista Revelação, Melhor Performance Rap e Melhor Canção Rap.