Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

9 em cada 10 músicos sentem que a sua saúde mental piorou no último ano

Números preocupantes provenientes de um estudo efetuado no Reino Unido. “Não há como embelezar este resultado: enfrentamos uma crise de saúde mental sem precedentes na comunidade musical”

Um novo estudo indica que o confinamento, devido à pandemia da Covid-19, aliado às incertezas em torno das digressões futuras provocadas pelo Brexit, teve um enorme impacto na saúde mental dos músicos britânicos.

O estudo foi realizado a pedido da organização de caridade Help Musicians, e recorreu a mais de 700 músicos britânicos. 87% dos inquiridos afirmou que a sua saúde mental se deteriorou ao longo do último ano.

Além disso, 59% afirmou que o Brexit para isso contribuiu em larga escala, e 96% declarou estar preocupada com a sua situação financeira.

70% dos músicos disse não estar confiante de poder sobreviver financeiramente ao longo dos próximos seis meses, e metade revelou não estar a lucrar com a sua música. 24% admite mesmo desistir dela.

O diretor executivo da Help Musicians afirmou que "não há como embelezar este resultado". "Enfrentamos uma crise de saúde mental sem precedentes na comunidade musical", acrescentou.

A Help Musicians tem ajudado estes músicos como pode, mas "dar dinheiro aos músicos é só uma parte daquilo de que precisam. Também tivemos de reformular o apoio à saúde mental que oferecemos, de forma a lidar com esta crise".