Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Galasy ZMesta

BTRC

Política não. Eurovisão ameaça desqualificar canção

Festival da Eurovisão lançou ultimato: há uma canção concorrente que não cumpre a 'velha' regra de não misturar cantigas com política e pode ficar de fora se não for alterada

Depois de analisar a canção da Bielorrúsia, a Eurovisão ameaçou desqualificá-la se não for alterada. Em causa está o conteúdo político de 'Ya Nauchu Tebya' ('Eu ensino-te', em português) do grupo Galasy ZMesta, que foi escolhida pela televisão pública bielorrussa BTRC e divulgada há apenas dois dias.

"Concluímos que a canção põe em causa a natureza não-política do concurso", escreve a European Broadcasting Union (EBU), encarregue da produção da Eurovisão, no comunicado oficial, "escrevemos à BTRC, responsável pela representante da Bielorrússia na Eurovisão, informando-os de que a canção, no seu formato atual, não está apta a competir".

A EBU diz também que pediu que a canção seja modificada ou que seja escolhida outra que esteja de acordo com as regras da Eurovisão: "se tal não acontecer, o resultado poderá ser a desqualificação da edição deste ano do concurso". Este comunicado surge depois de múltiplas reações por parte do público e até de uma petição a exigir a desqualificação de 'Ya Nauchu Tebya'.

No atual contexto político na BIelorrússia, pós reeleição de Alexander Lukashenko como presidente e consequentes manifestações pró-democracia, os Galasy ZMesta já manifestaram, noutros temas, o seu apoio ao presidente. Na letra de 'Ya Nauchu Tebya', o grupo canta versos como "vou ensinar-te a caminhar num fio", "vou escrever música especialmente para ti" ou "vou transformar as tuas mágoas em anedotas", que estão a ser interpretados como propaganda pró-Lukashenko.

A canção entra assim em conflito com a regra da Eurovisão que diz que "as letras ou as performances das canções não devem desacreditar os espetáculos, a Eurovisão ou a EBU. Nenhuma letra, discurso ou gesto político ou comercial deve ser permitido durante a Eurovisão".