Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

David Gilmour

David Gilmour põe um ponto final nas esperanças numa reunião dos Pink Floyd. “Acabou”

Em entrevista recente à revista “Guitar Player”, o músico inglês é taxativo: não voltará a haver Pink Floyd com ele. “Não volto atrás”

Más notícias para os fãs dos Pink Floyd: David Gilmour garante que não há qualquer hipótese de a banda se voltar a reunir.

Em entrevista à revista "Guitar Player", o vocalista e guitarrista afirma: "Chegou ao fim, acabou. Acho muito bem que o Roger [Waters] faça o que lhe apetecer e se divirta com isso. Mas eu não vou voltar atrás", garante o britânico.

"Não quero voltar a tocar em estádios. Sou livre para fazer o que quero fazer, da forma como o quiser fazer", argumentou David Gilmour.

Aquando da última tentativa de Roger Waters no sentido de "fazer as pazes" com David Gilmour, este último garantiu que uma reunião dos Pink Floyd seria "horrível. Claro que, se fores fã dos verdes anos da banda, terás uma opinião diferente. Mas eu vivi aquilo tudo", sublinhou, acrescentando ainda que não se importa de ser encarado por muitos como o "vilão" desta história. "Não trocava a minha liberdade por essas correntes", disse então.

No próximo dia 30 de abril é editado “Pink Floyd Live at Knebworth 1990”, álbum ao vivo dos Pink Floyd.