Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Lena d'Água

Rita Carmo

Lena d'Água: “Tenho saudades de abraçar a minha filha, o meu neto, os meus irmãos. Tenho chorado umas lágrimas”

“Como moro sozinha numa aldeia com muito poucas pessoas, vai fazer 14 anos, a minha vida já é um bocadinho confinada. E é tudo mais fácil [do que nas cidades]”, afirma Lena d'Água, sobre a sua experiência de confinamento. Por outro lado, apertam as saudades da família. Lena d'Água, em discurso direto, para ouvir no podcast Posto Emissor

Lena d'Água, convidada do Posto Emissor desta semana, partilhou connosco a forma como tem vivido o último ano de confinamento.

“Como moro aqui sozinha, numa aldeia com muito poucas pessoas, já vai fazer 14 anos, a minha vida já é um bocadinho confinada. E é tudo mais fácil [do que nas cidades]”, admite a voz de 'Hipocampo'.

Lena d'Água não esconde porém as fortes saudades que tem de abraçar a filha, o neto e os irmãos. "De vez em quando tenho chorado umas lágrimas", confessa.

Ouça esta resposta pelos 2m 40s.