Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Acusado de “privilégio branco”, Tom Morello responde assim: “Não sou branco”

O guitarrista dos Rage Against the Machine silenciou uma voz crítica com três palavras apenas

Tom Morello foi acusado de "privilégio branco" após ter admitido ser amigo de Ted Nugent, músico conhecido pelas suas posições extremadas de direita.

A acusação partiu da autora do podcast Let Me Tell You What I Know, e mereceu uma resposta curta do guitarrista dos Rage Against the Machine: "Não sou branco".

Morello, recorde-se, é filho do queniano Kikuyu Kenyan, e já por diversas vezes admitiu ter sido vítima de racismo durante a adolescência.

No programa de rádio de Howard Stern, Morello defendeu a sua amizade com Nugent, afirmando que "o mundo conhece-o como uma caricatura da direita, e não como o tipo que compôs a 'Cat Scratch Fever'".