Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Mick Fleetwood e Lindsey Buckingham (esq-dir) ao vivo em 2009

Getty Images

Os Fleetwood Mac deixam a porta entreaberta para o regresso de Lindsey Buckingham, despedido em 2018

Um dos principais compositores e intérpretes da história dos Fleetwood Mac, Lindsey Buckingham foi despedido da banda em 2018. Mas Mick Fleetwood, fundador da mesma, revela que se reconciliou recentemente com o músico norte-americano

Mick Fleetwood deu uma entrevista à "Rolling Stone", na qual deixou em aberto a possibilidade de uma nova digressão dos Fleetwood Mac, novamente com o guitarrista Lindsey Buckingham no grupo.

Fleetwood revelou ter-se reconciliado com o guitarrista, despedido da banda em 2018, na sequência da morte de Peter Green, no ano passado.

"Gostei muito de voltar a falar com ele", disse. "Fomos ambos muito honestos em relação a quem somos, e a onde chegámos".

"Há coisas estranhas que podem vir a acontecer. Os Fleetwood Mac são uma enorme família. Toda a gente tem um papel importante na nossa história. A posição do Lindsey na banda nunca foi esquecida, e nunca o será", acrescentou.

Um entrave a esta hipotética reunião poderá ser a má relação entre o guitarrista e Stevie Nicks. "Não posso falar das dinâmicas de ambos, mas não preciso de os proteger. É sabido que eles são como a água e o azeite. Mas eu tenciono voltar a trabalhar com o Lindsey, não precisa de ser nos Fleetwood Mac", salientou.