Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

‘Dog walker’ de Lady Gaga quebra o silêncio depois de alvejado a tiro no sequestro dos cães

Cinco dias após o incidente, Ryan Fischer, o homem que passeava os bulldogs franceses de Lady Gaga em West Hollywood, recordou a noite em que tudo se passou e partilhou fotos na cama do hospital — numa está ligado a um ventilador

O dog walker de Lady Gaga, baleado na semana passada após o sequestro de dois dos cães da artista norte-americana, quebrou o seu silêncio em relação ao incidente.

No Instagram, Ryan Fischer partilhou algumas fotografias deitado na sua cama no hospital, numa delas estando ligado a um ventilador.

"Há dias, enquanto um carro partia a alta velocidade e o sangue saía do meu ferimento de bala, houve um anjo que se juntou e deitou perto de mim. Agarrei a Asia o melhor que pude e agradeci-lhe por todas as aventuras incríveis que tivemos", escreveu, referindo-se a uma das cadelas de Gaga, que escapou aos assaltantes.

Fischer agradeceu ainda aos seus amigos e à família, aos profissionais de saúde que dele cuidaram e à equipa de Lady Gaga, pelo apoio prestado.

"O teu apoio enquanto amiga, apesar do trauma de teres perdido duas crianças, foi inabalável. Adoro-te e obrigado", continuou. "Mal posso esperar por ter a cara cheia de beijos da Asia, do Koji e do Gustav", os buldogues franceses de Gaga.