Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Seis meses depois de morrer, Chadwick Boseman ganha Globo de Ouro de Melhor Ator

O malogrado ator norte-americano foi postumamente agraciado com um Globo de Ouro pelo seu último papel no cinema, em “Ma Rainey: a Mãe do Blues"

Chadwick Boseman venceu, a título póstumo, o Globo de Ouro para Melhor Ator pelo seu papel em "Ma Rainey: a Mãe do Blues".

Boseman, recorde-se, faleceu no verão passado aos 43 anos, devido a um cancro no cólon.

Com este prémio, Boseman tornou-se no segundo ator a conquistar um Globo de Ouro de forma póstuma, após Peter Finch, em 1977.

O prémio foi aceite pela viúva do ator, Ledward Boseman. "Ele agradeceria a Deus, aos pais, aos seus antepassados pelos seus sacrifícios e lições", disse. "Diria algo de belo, de inspirador. Não tenho as palavras dele, mas temos todos de aproveitar todos os momentos para celebrar os que amamos".