Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Grandes concertos voltam a ser possíveis nos Estados Unidos no verão, diz a Live Nation

Concertos ao ar livre com lotação de 3/4 a integral voltarão a ser em breve uma realidade nos EUA, avança o patrão da maior empresa de entretenimento ao vivo do mundo

O dietor executivo da Live Nation, Michael Rapino, acredita que os grandes concertos poderão regressar aos Estados Unidos muito em breve.

De acordo com o Music Business Insider, Rapino afirma existir a possibilidade de este tipo de eventos, "com 75% a 100% da capacidade preenchida, para eventos ao ar livre", ser aprovado já no verão.

Os fãs, diz, "estão entusiasmados por poder voltar aos espetáculos, assim que nos derem luz verde".

Porém, os planos não irão abranger todo o território dos Estados Unidos. "Há certos estados que poderão não estar prontos, mas temos estados e artistas suficientes. Se estes estados permitirem a reabertura, nas capacidades certas, podemos começar no verão e chegar ao limite máximo em novembro, no sul", anunciou.

A notícia surge poucos dias após o governo britânico ter traçado um plano para o desconfinamento, que passa pelo levantamento total de restrições a partir do dia 21 de junho. Vários festivais britânicos anunciaram já que irão manter as suas edições para este ano.