Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Nickelback em 2002

Getty Images e DR

Recordar é viver. Quando os Nickelback foram 'expulsos' à lei da força do Festival da Ilha do Ermal

Agosto de 2002, Alto Minho. Os Nickelback não passaram do segundo tema na primeira e única vinda a Portugal, concerto onde foram recebidos não com aplausos mas com objetos diversos e até batatas. Segundo contou o vocalista Chad Kroeger à imprensa canadiana, “o festival era ao pé de uma pedreira, por isso havia muita munição”. O registo vídeo do momento correu mundo

19 de agosto de 2002, no finado festival da Ilha do Ermal, em Vieira do Minho. Debaixo de uma chuva de pedras, batatas, fruta e garrafas, os canadianos Nickelback nem dois temas conseguiram alinhar, apesar da entrada a todo o gás. Os autores do 'massacre' foram os fãs dos Slipknot, grupo que era cabeça de cartaz do festival.

Furiosa, a banda deixou o recinto a alta velocidade, varrendo tudo o que estava ao seu alcance pelas janelas das carrinhas. O episódio do Ermal fez mossa e os Nickelback despediram o manager, acusando-o de os ter 'entalado' num festival de heavy metal. A versão do vocalista Chad Kroeger à imprensa do seu país: "o festival era ao pé de uma pedreira, por isso havia muita munição".