Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Billie Eilish

Billie Eilish: “Eu era super irritante”. As primeiras impressões da jovem estrela quando viu o documentário sobre a sua vida

O documentário “Billie Eilish: The World’s A Little Blurry” estreia esta sexta-feira e a artista confessa que mal conseguiu vê-lo, embaraçada

Billie Eilish confessou que foi difícil ver o seu novo documentário "Billie Eilish: The World's a Little Blurry", que documenta os primeiros três anos da sua meteórica carreira musical. "Eu era super irritante", disse a artista norte-americana de 19 anos em entrevista ao programa de televisão "The Late Show".

O filme, que ficou disponível esta sexta-feira na plataforma de streaming Apple+, dura duas horas e centra-se não só no seu percurso musical como na vida pessoal. "Não sabia bem o que esperar", acrescenta Eilish, "eles filmaram durante mais ou menos três anos e eu não me vi a mudar muito em frente à câmara, portanto fiquei muito preocupada".

"Aquilo sou eu, basicamente. E é uma chatice, porque eu era super irritante. É muito cru, portanto é difícil de ver", diz ainda a artista, explicando que se sentou a ver a primeira versão do documentário com três dos seus amigos mais próximos. "Não quis deixar ninguém ver antes de mim... A primeira versão tinha três horas ou mais e nós demorámos umas cinco a ver tudo porque estávamos sempre a parar".

Eilish deixa também uma advertência aos fãs: "ali só veem um pedaço daquilo que foi a minha vida naqueles momentos. Digo isto porque cresci a ver documentários sobre artistas e na minha cabeça pensava logo 'agora sei tudo sobre eles, sei tudo aquilo por que passaram'. É importante que as pessoas saibam que não foi só aquilo que se passou".