Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Os Metallica pagaram 1 milhão de dólares a Robert Trujillo para que este se juntasse à banda em 2003

A contratação de Robert Trujillo pelos Metallica envolveu o pagamento de uma avultada soma de dinheiro ao baixista. A 'shortlist' para ocupar a vaga de baixista era de luxo, mas o ex-Suicidal Tendencies bateu a concorrência

Os Metallica ofereceram 1 milhão de dólares a Robert Trujillo, para que este se juntasse à banda.

A história foi relembrada pelo website Ultimate Classic Rock, e remonta a 24 de fevereiro de 2003, quando os Metallica estavam já a preparar "St. Anger".

Trujillo é, hoje em dia, o baixista que mais tempo permaneceu nos Metallica (após a morte de Cliff Burton e a saída de Jason Newsted), com a sua contratação a ficar registada para a posteridade no documentário "Some Kind of Monster".

"Queremos que faças parte desta banda, que não sejas apenas um tipo que contratámos", disse Lars Ulrich a Trujillo. "Como tal, para te mostrar como estamos a ser sérios, oferecemos-te 1 milhão de dólares para te juntares a nós".

Porém, Robert Trujillo não era o único nome na lista dos Metallica. O substituto de Newsted podia ter passado também por Eric Avery (Jane’s Addiction), Mike Inez (Alice in Chains), Pepper Keenan (Corrosion of Conformity), Danny Lohner (Nine Inch Nails), Scott Reeder (Kyuss), Chris Wyse (the Cult) ou Twiggy Ramirez (Marilyn Manson).