Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

U-Roy

Getty Images

Morreu U-Roy, pioneiro do reggae e do dancehall

O artista faleceu na noite de quarta-feira em Kingston, na Jamaica. Era o autor de 'Natty Rebel' e 'Runaway Girl'

Morreu aos 78 anos U-Roy, pioneiro do reggae e do dancehall. Tinha sido recentemente submetido a uma cirurgia, vindo a falecer na noite de quarta-feira num hospital de Kingston, capital da Jamaica.

O artista era um dos veteranos do 'toasting', estilo vocal no reggae e no dancehall, e uma figura central na expansão da música da Jamaica nos anos 70 do século XX.

Ewart Beckford, de seu de verdadeiro nome, foi descoberto artisticamente por John Holt (vocalista dos Paragons) numa festa sound system em 1970. Os seus álbums mais relevantes foram lançados na década de 70, entre os quais "Dread In A Babylon" (1975), "Natty Rebel" (1976), "Rasta Ambassador’ (1977) and ‘Jah Son of Africa’ (1978). Trabalhou com alguns dos maiores produtores da ilha, como Lee Scratch Perry ou Bunny Lee

Entrou no alinhamento estelar do álbum "True Love", de Toots & the Maytals, que em 2004 ganhou o Grammy para Melhor Álbum Reggae. Keith Richards, Eric Clapton, Willie Nelson, Manu Chao e os Skatalites foram outros dos nomes envolvidos.

Em 2007 foi condecorado pelo governo da Jamaica pelo seu contributo para a música do país. Em 2018, lançou o derradeiro álbum, "Talking Roots". Ghospoet, Shaggy, Rob da Bank e Mad Professor foram alguns dos artistas que, na hora da sua morte, lhe prestaram homenagem nas redes sociais.