Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Henrique Amaro

Rita Carmo

Henrique Amaro: “O que assusta na pandemia é o irreversível. O miúdo de 18 anos que percebe que a música não lhe vai pôr pão na mesa”

“O miúdo que vai ter outra profissão e nunca mais volta a escrever canções, a livraria que fecha, a cozinheira que decidiu voltar para a terra dela”. O clima “castrante” da pandemia visto por Henrique Amaro, homem da rádio e da divulgação da música portuguesa. Para ouvir no podcast Posto Emissor

Convidado do Posto Emissor, podcast semanal da BLITZ, Henrique Amaro falou sobre os efeitos da pandemia na criação artística.

"Uma das coisas que me assustam na pandemia é o irreversível", confessa o radialista da Antena 3 e divulgador musical.

"O miúdo que vai ter outra profissão e nunca mais volta a escrever canções, a livraria que fecha, a cozinheira que decidiu voltar para a terra dela", exemplifica, referindo-se ao clima "castrante" que se vive. "Desperdiçar comida e talento é terrível", resume.

Ouça a resposta de Henrique Amaro pela 1h 09m 15s.