Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Na adolescência, Phoebe Bridgers foi com amigos a casa de Marilyn Manson. Foi o dia em que deixou de ser fã dele

A cantora norte-americana Phoebe Bridgers, de 26 anos, relata um episódio traumatizante ocorrido em casa de Marilyn Manson, quando era adolescente. Era fã do artista e, assume agora, deixou de o ser nesse dia

Phoebe Bridgers partilhou um relato do dia em que conheceu Marilyn Manson, quando era ainda adolescente.

No Twitter, a cantautora afirmou que os contatos próximos de Manson sabiam do seu comportamento, antes de várias mulheres - incluindo a atriz Evan Rachel Wood - o terem acusado de abusos sexuais.

"Fui a casa dele quando era adolescente, com alguns amigos", contou. "Era grande fã. Ele referiu-se a um dos quartos da casa dele como a 'sala das violações'".

"Pensei que era só o seu sentido de humor horrível. Deixei de ser fã dele nesse dia", continuou, deixando claro o seu apoio a todas as mulheres que tornaram públicas as suas alegações.

Phoebe Bridgers criticou ainda o círculo próximo de Marilyn Manson de nada ter dito até agora. "A editora sabia, o agenciamento sabia, a banda sabia. Agora distanciam-se e fingem que ficaram horrorizados - é patético", escreveu.