Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Taylor Swift enfureceu os donos de um parque de diversões. E o processo judicial já está a caminho

Os donos de um parque temático norte-americano decidiram processar Taylor Swift

Taylor Swift está a ser alvo de um processo judicial por parte dos donos de um parque de diversões no estado do Utah, nos Estados Unidos. Em causa estão alegadas violações de marca registada depois de a artista ter escolhido o título "Evermore", o nome do parque, para o seu novo disco.

Os advogados da artista apelidam as alegações de "infundadas" e recusaram-se a atender às exigências expressas numa carta enviada pelo parque no passado mês de dezembro. Dizem também que o aspeto visual do disco é "completamente distinto" da estética do parque.

O Evermore Park nasceu em 2018, inspirado numa vila europeia, e oferece "uma experiência na qual os convidados de todas a idades podem escapar para um novo reino de fantasia, em Evermore".

O CEO, Ken Bretschneider, diz agora que os resultados de pesquisas pelo parque no Google afundaram desde que o disco de Swift foi editado, a 11 de dezembro passado, e alega também que o nome do álbum entra em conflito com o merchandising do espaço de diversão.