Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Polícia chamada a casa de Marilyn Manson depois de contactada por amigo do artista

Um helicóptero sobrevoou a propriedade de Marilyn Manson, depois de ninguém responder ao toque da campainha. A polícia de Los Angeles acorreu à casa do artista em Hollywood para se assegurar de que este estaria em segurança

A polícia foi chamada a casa de Marilyn Manson em Hollywood, no estado norte-americano da Califórnia, por se temer pela sua segurança. Manson esteve incontactável durante várias horas, motivando o alerta de um amigo próximo.

Segundo o website TMZ, a polícia foi até à mansão do autor de 'The Beautiful People', não conseguindo entrar imediatamente em contacto com o mesmo. A situação levou mesmo as autoridades a recorrerem a um helicóptero, que sobrevoou a residência de Manson.

O artista de 52 anos, de seu verdadeiro nome Brian Warner, não chegou a aparecer, mas um representante do mesmo indicou à polícia que não existem motivos de preocupação.

Na sequência das acusações de abuso sexual de Evan Rachel Wood e outras mulheres, Manson poderá vir a ser investigado pelo FBI. A editora dos discos de Manson, Loma Vista, já veio anunciar o fim do contrato e o músico reagiu às alegações, dizendo que são "distorções da realidade".

Também Trent Reznor, dos Nine Inch Nails, que nos anos 90 lançou a carreira de Marilyn Manson, emitiu um comunicado. "Ao longo dos anos, fui bem explícito em relação à minha aversão por Manson enquanto pessoa. Cortei laços com ele há 25 anos", escreveu.