Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Marilyn Manson quebra o silêncio: "Estas alegações contra mim são distorções da realidade"

Depois de a atriz Evan Rachel Wood acusar Marilyn Manson de abuso sexual, o músico norte-americano publicou um breve depoimento

Marilyn Manson já se pronunciou sobre as alegações de abuso sexual de que foi alvo.

Ontem, a atriz Evan Rachel Wood, que namorou com o músico entre 2007 e 2010, confirmou que a relação abusiva a que já se referira aconteceu com o autor de 'The Beautiful People'.

"Ele começou a seduzir-me quando eu ainda era adolescente e depois abusou de mim durante anos", escreveu ontem Evan Rachel Wood no Instagram. "Fez-me uma lavagem ao cérebro e manipulou-me para ser submissa. Estou aqui para denunciar este homem perigoso e as muitas indústrias que o protegeram, antes que ele destrua mais vidas."

Agora, Marilyn Manson comentou as acusações, feitas não só pela atriz mas por várias outras mulheres.

"É evidente que há muito tempo que a minha arte e a minha vida atraem polémica, mas estas alegações recentes são distorções horrorosas da realidade. As minhas relações íntimas têm sido sempre completamente consensuais e com parceiras que pensam como eu. Independentemente de como - e porquê - as outras pessoas estão a escolher representar de forma errada o passado, a verdade é essa".

Na sequência das declarações de várias mulheres, a editora que representava Marilyn Manson já anunciou que o vai dispensar.