Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Marilyn Manson e Rose McGowan nos MTV Video Music Awards, em 1998

Getty Images

A atriz Rose McGowan, ex-namorada de Marilyn Manson, está “orgulhosa” das mulheres que o denunciaram. E deixa uma mensagem forte

A atriz Rose McGowan, figura destacada do movimento #metoo, falou sobre a sua experiência com Marilyn Manson, com quem namorou três anos e meio, e disse lamentar “o abuso e a tortura mental que várias mulheres terão sofrido”. “A todos os que deram cobertura aos monstros: tenham vergonha”

A atriz Rose McGowan, que foi namorada de Marilyn Manson durante três anos e meio, partilhou um vídeo no Instagram no qual diz lamentar profundamente "o abuso e a tortura mental" das mulheres que acusam o músico de abuso sexual.

Rose McGowan, que é uma figura destacada do movimento#metoo, refere-se à indústria do entretenimento de Hollywood como "um culto que protege a podridão que o encima. Estas pessoas são doentes e têm de ser travadas. Defendo a Evan Rachel Wood e todos aqueles que se pronunciaram ou virão a pronunciar."

"E por favor não perguntem porque é que elas demoraram tanto tempo a falar. É isso que impede as vítimas de falarem. E para todos os que protegeram monstros, tenham vergonha."

Rose McGowan partilhou ainda que, enquanto namorou com Marilyn Manson, "ele não era assim. Mas isso não quer dizer que não tenha sido assim com outras, antes ou depois disso."

Depois do testemunho de Evan Rachel Wood, Marilyn Manson foi despedido da editora que o representava e "apagado" das séries de televisão em que participara como ator, "American Gods" e "Creepshow".