Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Thomas Dodd, agora Celine Dion

DR

Homem que mudou o seu nome para Celine Dion depois de uma noite difícil já não quer voltar atrás

Perdeu a cabeça na noite de Natal num delírio etílico e quando recebeu uma carta endereçada a Celine Dion percebeu tudo o que tinha feito. Agora diz-se conformado, mas admite que já teve vergonha numa situação em particular

Thomas Dodd, o britânico que mudou legalmente o seu nome para Celine Dion, garante que não irá voltar atrás na decisão.

Dodd / Dion, que deu entrada com um pedido de mudança de nome na noite de Natal - após alguns copos a mais... -, deu uma entrevista ao jornal "Metro" na qual afirmou não estar arrependido.

"Habituei-me a ser Celine rapidamente", disse. "Estava numas escadas rolantes de um centro comercial, há umas semanas, e alguém gritou: 'Celine!'. Virei-me e acenei, como se fosse normal".

O britânico acrescentou, porém, sentir necessidade de pedir desculpa à verdadeira Celine Dion por ter "provocado o caos". E revelou ainda já ter passado por um dissabor.

"Há uns tempos magoei-me no ombro e não quis ir ao hospital. Tive medo que pensassem que eu era maluco", afirmou. "Mas não quero mudar o meu nome. Pelo menos não enquanto não me embebedar outra vez".