Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Taylor Momsen, dos Pretty Reckless

C Flanigan/Getty Images

Esteve com Chris Cornell na noite em que este morreu. Agora recorda o que aconteceu

Taylor Momsen, líder dos Pretty Reckless e atriz de "Gossip Girl", foi uma das últimas pessoas a ver Chris Cornell, líder dos Soundgarden, com vida e descreve agora esse encontro

Taylor Momsen, vocalista dos Pretty Reckless, foi uma das últimas pessoas a estar com Chris Cornell antes de o líder dos Soundgarden se suicidar. Agora, a cantora, modelo e atriz (o mundo ficou a conhecê-la com a série "Gossip Girl") recordou o encontro com o músico.

Os Pretty Reckless andaram na estrada com os Soundgarden em 2017 e a noite em que o músico morreu, em Detroit, era a última da digressão conjunta. "O Chris geralmente ia-se embora logo a seguir aos concertos, portanto fiquei à espera nos bastidores para lhe agradecer por tudo", recorda Momsen em entrevista ao radialista Matt Pinfield.

"Assim fiz. Apanhei-o quando ele estava a ir-se embora. Tivemos uma agradável troca de palavras, dei-lhe um grande abraço e disse 'vamos lá fazer isto outra vez um dia destes'", continua, "na manhã seguinte, acordei com aquela notícia devastadora. Nem queria acreditar. Achava que toda a gente me estava a mentir e que era uma piada terrível. Só que não era".

A artista explica também que a situação a traumatizou porque "não estava emocionalmente preparada para lidar com aquele tipo de choque". "Ele era fantástico, era uma pessoa e uma alma muito amável, e ter tido a oportunidade de passar alguns momentos na sua presença foi incrível".

Cornell foi encontrado sem vida na casa de banho do seu quarto de hotel na noite de 18 de maio de 2017. Dias depois, era confirmado o suicídio.