Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Arctic Monkeys em 2006

Getty Images

Parabéns, Arctic Monkeys! 15 anos do álbum que marcou uma geração

“Whatever People Say I Am, That’s What I Am Not”, o primeiro álbum de Alex Turner e companhia, foi editado há 15 anos. Foi um marco no rock inglês do início do século XXI. Recorde os seus maiores feitos, os videoclipes e ouça-o de novo na íntegra

"Whatever People Say I Am, That's What I'm Not", o álbum de estreia dos Arctic Monkeys, cumpriu no passado sábado (23 de janeiro) o seu 15º aniversário.

O disco, que marcou uma geração e é hoje visto como um marco na história do rock britânico, tornou-se à altura no álbum de estreia que mais cópias vendeu na sua primeira semana no Reino Unido: 360 mil.

Desde então, o disco já alcançou o estatuto de sêxtupla platina, tendo vendido mais de 1,8 milhões de cópias só no Reino Unido. Foi número um das tabelas de vendas não só na Grã-Bretanha, como também na Austrália, República da Irlanda e Estados Unidos.

Ao longo dos anos, a revista Rolling Stone tem colocado "Whatever People Say I Am, That's What I'm Not" em várias das suas listas: dos melhores álbuns de todos os tempos (371º posição), dos cem melhores álbuns da década de 2000 (41º posição) e dos cem melhores álbuns de estreia (30º posição).

O disco venceu ainda vários prémios, como o cobiçado Mercury Prize, um Prémio Q, um Meteor Music Award e um BRIT Award, entre outros louvores. Ouça-o em baixo, na íntegra: