Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Dino D'Santiago

Rita Carmo

17 mil assinaturas depois, Dino D'Santiago denuncia “silêncio da Disney” sobre petição para nova dobragem do filme “Soul”

Dino D'Santiago continua empenhado em conseguir que a dobragem de “Soul”, filme animado da Disney, passe a incluir vozes negras, refletindo o espírito da história. Até agora, aponta, a gigante do cinema ainda não reagiu

Dino D'Santiago escreveu uma mensagem nas redes sociais, denunciando o "silêncio" da Disney sobre a petição que reuniu 17572 assinaturas e que apela a uma nova dobragem de "Soul", o filme de animação que, em Portugal, foi dobrado por artistas brancos.

"Aqui estamos, 17.572 assinaturas depois, para denunciar este silêncio por parte da Disney PT, para dizer que esta atitude pouco nobre está a ter o seu eco nos jornais e plataformas de referência nacional e internacional. (...) Ao contrário do que pareça, em Portugal, foram muitas as plataformas a denunciarem esta atitude", escreve o músico.

"Mas deixarei aqui a informação de que as assinaturas já seguiram para o CEO dos estúdios da Disney nos Estados Unidos e será entregue o dossier com as 17572 assinaturas à Embaixada dos Estados Unidos, pelas mãos da empresária e ativista Myriam Taylor".

"Tudo isto para que no futuro a equidade de oportunidade seja mais do que uma ação de charme ou um assunto tabu!", defende Dino D'Santiago.

No final do ano passado, Dino D'Santiago insurgiu-se contra a falta de representatividade na dobragem portuguesa do novo filme da Pixar, "Soul", que conta com diversas personagens negras.

"Não existe representatividade da cultura afro-portuguesa num elenco que conta com mais de vinte personagens, e apenas uma é negra?", questionou. "Façamos de conta que a Pixar decide fazer um filme sobre a história do fado e todos os atores que farão as dobragens e cantarão aquele que é o Património Imaterial da Humanidade pela Unesco são negros! Qual seria a manifestação?", escreveu então.