Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

O 'Tiger King' Joe Exotic achou que ia ser perdoado por Trump e alugou uma limusina para sair da prisão. Não correu bem

Cumpre uma pena de 22 anos de prisão e julgou que seria incluído na longa lista de indultos que Donald Trump concedeu pouco antes de deixar a presidência dos EUA. Joe Exotic queria sair em grande da cadeia, a bordo de uma limusina. Mas o seu nome não estava na lista

Apesar dos seus esforços ao longo dos últimos anos, Joe Exotic não obteve um indulto presidencial da parte de Donald Trump.

O nome do protagonista do documentário "Tiger King", da Netflix, não estava entre os mais de 100 que obtiveram o perdão de Trump, como o rapper Lil Wayne.

Joe Exotic chegou mesmo a alugar uma limusina para o ir buscar à prisão, mas os seus planos acabaram por ser riscados.

Joe Exotic encontra-se a cumprir uma pena de 22 anos de prisão, após ter planeado matar Carole Baskin, sua rival.