Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Phil Spector

Getty Images

Morreu o lendário produtor Phil Spector, inventor do 'wall of sound', vítima de covid-19

O histórico produtor, inventor da técnica de gravação 'wall of sound', faleceu este sábado. Lançou as Ronettes, esteve ligado a álbuns dos Beatles e Ramones, colecionou êxitos e polémicas. Passou os últimos anos da vida na cadeia, cumprindo pena depois de alvejar mortalmente a atriz Lana Clarkson

Morreu o lendário produtor norte-americano Phil Spector. Tinha 81 anos e foi vitimado pela covid-19. Era o inventor do 'wall of sound', uma técnica de gravação que criava um som volumoso e orquestral. A notícia é avançada pelo site TMZ.

Phil Spector é considerado um dos produtores mais influentes da história da música, tendo criado em estúdio a massa sonora conhecida como 'wall of sound', que resultava da gravação de um largo número de instrumentos em uníssono, criando uma densa estrutura orquestral. Os ensembles de Spector, ricos em metais e cordas, criaram nos anos 60 um som preenchido que conferia uma camada extra à canção pop.

Aos 22 anos, em 1961, fundou a Phillies Records, onde lançaria diversos êxitos como 'Be My Baby', das Ronettes (lideradas por Ronnie Spector, sua companheira), ou 'Unchained Melody', dos Righteous Brothers.

No final dos anos 60, foi contactado pelos Beatles, tendo produzido "Let It Be", mas as suas opções desagradaram Paul McCartney e levaram inclusive a que este lançasse, várias décadas depois, uma versão do álbum isenta do trabalho de Spector. O génio do produtor era acompanhado de um singular autoritarismo em estúdio, com ameaças e confrontação entre este e os músicos. Apesar de ver o seu trabalho contestado por McCartney, esteve ligado a discos relevantes de outros ex-Beatles como "All Things Must Pass", de George Harrison, e "Plastic Ono Band", de John Lennon e Yoko Ono.

Em 1974, Spector sofreu um acidente de viação quase fatal, tendo ficado afastado durante vários anos. O regresso deu-se com "Death of a Ladies' Man", de Leonard Cohen, três anos depois.

O seu trabalho no quinto álbum dos Ramones, "End of the Century", em 1980, não esteve livre de controvérsia. Durante as gravações do álbum de 'Do You Remember Rock and Roll Radio?', o produtor ameaçou a banda com uma arma de fogo, e o seu contributo novamente dominador não foi recordado com saudades pelo grupo punk rock.

Nas décadas seguintes, a sua produção viu-se reduzida e, em 2003, o seu nome voltou a ser notícia por motivos mais graves: Spector foi detido e acusado de matar a tiro a atriz Lana Clarkson, encontrada morta na mansão do produtor na Califórnia. O processo durou vários anos, tendo Spector sido condenado em 2009 a 19 anos de cadeia. Desde 2014, encontrava-se debilitado e perdeu a capacidade de falar. Encontrava-se internado num hospital prisional.