Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Dino D'Santiago

Rita Carmo

Dino D'Santiago: “Desejei que o meu filho ficasse mais tempo no ventre da mãe para não perceber o quão desrespeitada é a classe do pai”

“Somos tratados com a mais pura indiferença mesmo quando somos os únicos, a par dos funcionários de saúde, que realmente fazemos a diferença na alma dos que mais sofrem”

Dino D'Santiago mostrou a sua indignação com o encerramento das atividades culturais durante o periodo de confinamento geral que se inicia a 15 de janeiro.

Nas redes sociais, o músico escreveu: "Hoje despertei com o desejo de que o meu filho ficasse mais um tempo no ventre da mãe para não se aperceber do quão desrespeitada é a classe trabalhadora do seu pai".

"De 12 cenários obrigatórios para o novo confinamento, somente a CULTURA e todas as suas manifestações têm uma vergonhosa cruz. Encerrando-nos mais uma vez ao abandono com um simples PONTO FINAL", lamenta Dino D'Santiago.

"12 oportunidades para que o [Governo] trouxesse um pouco de dignidade e integridade na sua decisão impiedosa, quando a CULTURA, seus agentes e estabelecimentos são os mais penalizados a nível global por esta pandemia, mas somos os primeiros a dar o rosto para campanhas de sensibilização, alimentamos a esperança daqueles que assistem aos nossos filmes, escutam as nossas canções, inspiram-se nas nossas telas, murais, esculturas e vestem as nossas roupas que tornam este num mundo bem mais interessante aos nossos sentidos".

"Todas as ações, manifestações e estabelecimentos culturais tiveram momentos onde nos sentimos mais seguros do que em nossas próprias casas! De norte a sul do país, os nossos promotores, técnicos e artistas provaram com toda a disciplina que respeitamos este tempo e as medidas de segurança impostas pela Direção-Geral da Saúde, mesmo sabendo que o país não nos respeita!"

"No momento mais difícil da História Contemporânea, somos tratados com a mais pura indiferença mesmo quando somos os únicos a par dos funcionários de saúde que realmente fazemos a diferença na alma dos que mais sofrem", completa Dino D'Santiago.

Pode ler aqui a sua mensagem na íntegra.